Você sofre com o Bruxismo?

Poderia ser o bruxismo uma forma de enfrentamento do estresse?

Poderia ter este bruxismo aumentado ou se desenvolvido no período de tensão vivido durante a pandemia?

Inúmeros trabalhos estão sendo publicados e já abordam estes resultados encontrados na minha rotina clínica.

Já dizia Darwin no livro ” A Expressão das Emoções no Homem e nos Animais”, que o “Ranger dos dentes e o som de gritos agudos proporcionam alívio sob uma agonia de dor”. O Bruxismo se caracteriza pelo ranger e pelo apertar dos dentes, ou simplesmente pela contração dos músculos da face. Você pode realizar estes movimentos acordado ou dormindo.

Hoje, quero te ajudar a perceber sinais e sintomas que podem estar presentes em sua rotina e propor estratégias e exercícios simples para combatê-los.

Sentiu dificuldade em abrir ou fechar a boca?

Sentiu os músculos do rosto cansados ou desconforto ao mastigar um alimento mais resistente?

Quebrou dentes ou precisou fazer restaurações nos últimos 6 meses?

Aproveite e veja se as suas canetas ou lápis estão mordidos.

Rói unha?

Aperte a sua bochecha. Ela está mais firme? Sente dores no pescoço e nos ombros?

Sentir dor nunca é normal, é um sinal que o corpo está emitindo para que você fique atento a algum problema que pode estar acontecendo.

Se as dores de cabeça estão se tornando mais frequentes, ou se dores musculares e no maxilar começaram a aparecer é bom prestar atenção e procurar ajuda profissional.

O bruxismo pode estar fazendo parte da sua vida e você não sabe.

Este comportamento, desencadeado pelo sistema nervoso central, é típico de quem está ansioso ou estressado, mas também pode estar presente quando estamos concentrados realizando uma atividade que depende de foco, concentração e muita coordenação.

A partir de hoje, procure observar se durante as refeições você mastiga dos dois lados da boca, ou se morde a língua ou a bochecha.

Deixe a saliva ajudar neste início de digestão mastigando mais lentamente os alimentos. Sinta o prazer ao saborear cada alimento.

Enquanto estiver dirigindo ou em frente à tela do celular, ou até mesmo na academia, DESENCOSTE os seus dentes. Eles não precisam estar encostados. Posicione a língua entre eles e arraste a mandíbula para frente sem tocar os dentes. Com a língua no céu da boca, abra e feche a boca e continue sem encostar os dentes, e faça 10 repetições em 3 séries por dia.

Lembre-se de beber água, mantenha-se hidratado. Preste atenção se os seus lábios estão encostados e dentes desencostados e se você respira pelo nariz.

Você pode programar um lembrete no celular ou baixar um aplicativo como o “Desencoste seus dentes” para te ajudar no monitoramento.







8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo